Thursday, January 17, 2013

Fazendo todos os alunos participarem de uma aula gramatical

Já faz algum tempo que tenho feito todos os meus alunos participarem mais ativamente das aulas. Mas nem sempre eu agi assim como professora.

Lembro que eu pensava que eu tinha que sempre ser o centro das minhas aulas, fazendo o máximo para que os alunos sempre prestassem atenção no que eu ensinava. No entanto, quando minha coordenadora Traci Baillie foi observar minha aula no ano 2000, ela me perguntou o motivo de eu não fazer os alunos fazerem atividades em duplas e em grupos. Lembro que respondi que eu tinha medo que eles fizessem outras coisas ao invés de fazer o que eu tinha pedido ou que começassem a bagunçar a aula.

Ela, sempre muito doce, me sugeriu que eu passasse a variar as interações nas aulas. Além de ser professora-alunos, fazer aluno-aluno e alunos em grupo. Aceitei a sugestão e senti uma mudança enorme! Percebi que os alunos começaram a se ajudar mutuamente e que a colaboração entre eles fazia com que todos os alunos participassem ativamente das aulas e aprendessem mais.

Desde então tenho feito os alunos participarem mais das aulas. Posso dar um exemplo de uma aula recente.

Quando eu tive que ensinar o presente simples, antes de eu explicar o tempo verbal, perguntei a eles como era a rotina diária deles. Depois eu escrevi a frase Rotina diária no quadro e falei uma coisa que eu faço. Após esse momento, emprestei 4 canetinhas para que cada aluno escrevesse uma coisa da sua rotina no quadro. Caso não soubessem como escrever tal ação em inglês, eles me perguntaram e eu disse. Após cada um escrever uma ação, eles deram a canetinha para outro aluno, até que todos os alunos tivessem escrito algo.

Depois disso, refletimos sobre que tipos de perguntas que fazemos quando estamos conversando sobre nossas rotinas. Os alunos falaram e eu escrevi algumas perguntas no quadro. Algumas perguntas foram:
What do you eat in the morning?
What time do you wake up?

Após essa reflexão, os alunos ficaram em grupos de 4 ou 5 e tiveram que pensar em todas as atividades que fazem durante o dia. Eles escreveram e um ajudou o outro usando dicionários e o computador que temos em sala de aula. Além de escreverem suas rotinas, eles tiveram que elaborar algumas perguntas sobre o mesmo tópico. Os alunos que sabiam um pouco mais ajudaram os demais e a colaboração foi intensa. Enquanto eles trabalhavam em grupos, eu caminhei pela sala, prestando auxílio quando necessário.

Antes da atividade seguinte em duplas, chamei a atenção deles para a interação ensinando-os a fazer comentários sobre as respostas dos colegas, como no exemplo:

Pergunta: A: What do you do in the morning?
Resposta: B: Uh, well, let me think.... I, I, I wake up at, around 6 am, it is very early...yeah...
Comentário: A: Oh, it is not so early...

Faço isso para o exercício não ser como um inquérito policial, só de perguntas e respostas artificiais. Sempre mostro que a fala tem características próprias como repetição, pausas para pensar e marcadores discursivos como uh e well.

Depois dessa etapa em grupos, os alunos fizeram pares com alunos de outros grupos e conversaram sobre as rotinas fazendo as perguntas elaboradas no seu grupo. Foi maravilhoso ver todos os alunos participando, interagindo e aprendendo a língua!

Como dever de casa, pedi para que cada aluno postasse no nosso grupo no Facebook uma pergunta sobre a rotina, que respondesse a pergunta de um colega e que escrevesse um comentário quando sua pergunta fosse respondida.

Ao invés de fazer o dever de casa em raiva, senti que eles gostaram muito e as perguntas e respostas foram muito interessantes. No final, ao invés de cada pergunta ter tido apenas uma resposta, os alunos responderam várias perguntas, todos usando muito inglês e o tempo verbal aprendido! Acho que o resultado foi muito positivo.

E você, como trabalha a gramática nas suas aulas?

Até breve!


2 comments:

Anonymous said...

Oi, Cintia! Adorei o modo como introduziste o assunto e como desenvolveste as atividades. Sempre uso muito pair and group work em sala, mas nunca tive idéias tão criativas! Posso copiar? Abs, Hebe

Cintia Costa said...

Oi Hebe,
Fico feliz que gostaste. Você pode usar essas ideias também porque todas elas eu copiei de outros professores que compartilharam suas experiências em artigos e conferências. :-) Sempre fico pensando que se eles conseguiram fazer essas coisas com os alunos deles, acredito que podemos fazer com os nossos também.
Bjks!!! :-)